Colóquio “Renascimentos Europeus- Diálogo(s) Sem Fronteira(s)?”

04 e 05 de Dezembro Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa
Este colóquio visa aprofundar o debate iniciado aquando do realizado em outubro de 2014, intitulado «Renascimento(s) em Portugal ou Renascimento português?» e onde se lançaram alguns vectores que problematizaram o modo como este tempo se desenvolveu em Portugal.
Assim, partindo dalgumas das interrogações então equacionadas, nomeadamente em torno do conceito de Renascimento e das suas possíveis cronologias, intensificar-se-á a nossa análise através da descodificação dos diálogos específicos que, ao tempo, se foram desenvolvendo entre Portugal e diferentes reinos e cidades da Europa de Itália, Espanha, França, Inglaterra e Império.
Numa Europa onde se redesenhavam fronteiras, exercitavam e questionavam modelos imperiais, procurar-se-á, ao longo de dois dias debater diferentes olhares, ampliando a nossa área de investigação aos Velhos e Novos Mundos.
Reflectir-se-á neste encontro em torno de tópicos como: os espaços e as suas descrições (cidades, campos, rotas, África, Ásia e Américas, …); a história, a memória e o encontro com o património; as novas ideias e práticas da mercância; os discursos (a novas formas de poesia e narrativa) e os suportes de divulgação (imprensa e gravura); as artes literárias, visuais, musicais.
Comissão Executiva: Ana Paula Avelar (CHAM), Luís Costa Sousa (CHAM) e Nuno Vila-Santa (CHAM), Comissão Científica: Ana Isabel Buescu (CHAM), Ana Paula Avelar (CHAM), António Camões Gouveia (CHAM), Artur Anselmo (CHAM), João Paulo Oliveira e Costa (CHAM), Luís Costa Sousa (CHAM) e Nuno Vila-Santa (CHAM)