Mesa-Redonda “Cidades Amadeo”

29 de Novembro | Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Esta sessão do Ciclo Internacional de Mesas-Redondas Cidades de Amadeo conta com a participação de Joaquim Braga, Maria de Fátima Lambert, Osvaldo Silvestre e Marta Soares.
Enquanto tema e problema, a cidade tem vindo a ser abordada por Baudelaire, Georg Simmel, Robert Musil, Walter Benjamin, Henry Lefebvre, entre outros autores e artistas. A atenção ao presente e a consciência da multiplicidade de estímulos urbanos acabaram por contaminar grande parte das propostas artísticas, tornando temas e técnicas da cidade – a velocidade, a experiência do instável, a multidão, a electricidade, o reclame, a colagem e o uso de materiais “pobres” – uma via operativa nos discursos sobre o modernismo.
Amadeo de Souza-Cardoso, em frequente circulação entre Amarante e Paris, reinterpretou tanto o meio rural – interesse não desligado das suas raízes e de um impulso moderno de apropriações primitivistas –, como a vida urbana, presente nas suas caricaturas, em entrevistas que concedeu e nalgumas das suas últimas pinturas, carregadas de alusões à mercadoria, à técnica e à telegrafia. Na sua obra, propensa a transferências de forças entre homens, objectos e animais, a representação da figura humana oscila entre retratos da ruralidade, por vezes convertidos em máscaras, e uma crescente mecanização. Lançamos, por isso, o repto de pensar a obra de Amadeo, tendo em conta os discursos sobre a modernidade formulados em diferentes disciplinas, as dicotomias urbanidade/ruralidade e centro/periferia, bem como abordagens antropológicas e ontológicas do homem, de forma a reequacionar o seu lugar na historiografia do modernismo.
Do outono de 2017 ao outono de 2018, já no contexto do centenário da morte de Amadeo de Souza-Cardoso, propomos um itinerário de mesas-redondas e conferências sobre a obra de Amadeo em cidades que fizeram parte dos seus percursos, projectos e vivências, cruzando diálogos entre a história da arte, a estética e os estudos culturais.

+info/fonte: https://cidadesdeamadeo.weebly.com/